Números do Setor Mercado prevê PIB abaixo de 2% para 2014

Depois de dois anos de crescimento abaixo das previsões iniciais, o mercado iniciou 2014 com projeção bem mais conservadora para o desempenho da economia no ano. No primeiro boletim Focus divulgado hoje (6/1) pelo Banco Central, os analistas sinalizam um crescimento de 1,95%.

O resultado repete frustração de 2012

É a primeira vez que a expectativa para o PIB deste ano – apurada desde o início de 2013 – fica abaixo de 2%. Houve leve revisão também no dado do fechamento para 2013 – passou de 2,30% para 2,28%. Se confirmado, será um desempenho bem inferior do que as previsões feitas em janeiro de 2013, quando o mercado acreditava em um crescimento de 3,28%.

Ainda que em menor intensidade, o resultado repete frustração experimentada no ano anterior. O PIB de 2012 cresceu apenas 1%, menos da metade do que o mercado havia previsto em janeiro.

Há mais motivos para a postura conservadora dos analistas em relação a 2014. Os juros voltaram a superar a barreira dos dois dígitos e devem subir para 10,5% no ano. O cenário dos economistas revela uma inflação ainda mais incômoda, com elevação do dólar ao longo do ano.

Leve piora no desemprego

O IPCA, índice de preços referência para o governo, deve sair dos 5,74% de 2013 para encerrar este ano muito próximo de 6%, de acordo com as previsões.

Não há perspectiva de grande retomada no consumo das famílias depois da desaceleração iniciada em 2013, que deve levar o varejo a um crescimento abaixo da média dos últimos anos.

Consultorias também já esperam uma leve piora no desemprego, hoje no nível mais baixo da história, com mais pessoas procurando ocupação para completar o orçamento da família.

faixa_face-1

Deixe uma resposta