Alimentação fora do lar Saiba o que ocorre em seu organismo após a ingestão de refrigerantes

Nutrólogo alerta sobre o consumo da bebida com gás, que aumenta o risco de doenças graves. O consumo de refrigerantes pode agravar quadros de doenças graves, como a gastrite e a flatulência, além de aumentar os níveis de colesterol.

O açúcar é armazenado como gordura

A bebida é responsável também por cáries e erosão dental (processo caracterizado pela perda do tecido duro da superfície dos dentes), sem contar o amarelamento dos dentes, causados também pelos altos níveis de açúcar no líquido. Segundo o nutrólogo Mohamad Barakat, o refrigerante pode ser uma bomba-relógio para o ser humano, pois seus riscos vão muito além do aumento de peso. “O consumo de refrigerante aumenta o risco de doenças como obesidade, diabetes e câncer de esôfago”, afirma o especialista.

Após a ingestão do refrigerante, o corpo entende que está sendo nutrido e libera enzimas que podem catalisar a energia proveniente do “alimento”. Como não há valor nutricional, o açúcar é armazenado como gordura e o organismo perde vitaminas e minerais.

Sobre a versão diet

Engana-se quem pensa que é mais saudável. Essa versão é uma verdadeira bomba, que, em altas doses, pode aumentar o risco de câncer. Além disso, não apresenta nenhuma fonte nutricional e possui excesso de sódio. Ainda, é capaz de gerar resistência periférica à insulina, causando hiperglicemia e constante vontade de comer açúcar. “O refrigerante é tão ácido – seu Ph gira em torno de 2,2 que, para neutralizá-lo, são necessários mais de trinta copos de água. O ideal é substituir o refrigerante pela água e sucos naturais”,  finaliza Barakat.

O que ocorre em seu organismo após ingestão de refrigerante:

1 – Nos primeiros 10 Minutos: seu corpo recebe os mesmo nutrientes equivalentes a 10 colheres de chá de açúcar, o que corresponde a 100% da recomendação diária.

2 – 20 minutos: o açúcar no sangue aumenta, ocorre um pico de insulina e o fígado transforma o açúcar em gordura.

3 – 40 minutos: as pupilas dilatam, a pressão aumenta e o fígado joga ainda mais açúcar na corrente sanguínea.

4 – 45 minutos: aumenta a produção de dopamina, com efeito similar a uma dose de heroína.

5 – 50 minutos: ocorre um aumento no metabolismo e a eliminação de cálcio pela urina, o que pode causar osteoporose.

6 – 70 minutos: a falta de açúcar causa irritação e/ou preguiça. A água do refrigerante já foi eliminada pela urina junto com os nutrientes.

1 NOTICIA Malefícios do refrigerante II

faixa_face-1

Deixe uma resposta