Diversos Treinamento e manutenção dos franqueados são essenciais

Gerente do Kumon destaca que estar sempre alinhado com a franqueadora e seguir as orientações da rede são essenciais para o negócio dar certo. Para isto, treinamento e manutenção dos franqueados são essenciais para expansão contínua com qualidade. Superando as expectativas do mercado, o setor de franchising amplia-se ano a ano.

Em 2012, sua performance de crescimento, que alcançou 16,2% (representando 2,3% do total do PIB brasileiro), excedeu o desempenho do PIB nacional, este inferior a 1%, segundo dados divulgados pelo IBGE no início de março. Além de mostrar a consolidação da área, o momento é favorável para quem deseja conquistar independência e ter o negócio próprio e, também, para as redes mostrarem o investimento na qualidade do serviço que oferecem. Maior franquia de educação do Brasil, com 1.565 unidades, o Kumon acredita que o foco na qualidade do trabalho apresentado seja o grande diferencial para a contínua expansão da rede. “A tradição de mais de 35 anos de presença no Brasil formando pessoas autodidatas por meio de uma educação individualizada não teria tanto sucesso se nós, como franqueadora, não nos preocupássemos com o treinamento de cada um de nossos orientadores, que envolve principalmente aspectos pedagógicos”, explica Julia Shiroiwa, gerente de recrutamento de novos franqueados do Kumon.

A aquisição da franquia de uma grande marca pode significar um retorno rápido, pois há um histórico de segurança no investimento que envolve modelo de negócio testado e constantemente aprimorado. Mesmo assim, esse treinamento e manutenção dos franqueados é essencial para a vitalidade da franquia. Na rede, diferentemente de outras marcas, o responsável pela administração e orientação dos alunos é o próprio franqueado. Para isso, existe um processo de seleção para analisar o perfil do orientador e verificar se este possui os requisitos para atuar em uma nova unidade.

No Kumon, os franqueados participam de uma imersão para ter total domínio sobre o ensino do método em português, matemática ou em língua estrangeira, isso dependendo das disciplinas disponíveis na unidade, e também se encontram em treinamentos e encontros mensais. “Ao longo dos anos, criamos experiência na seleção destes novos empreendedores, assim como no treinamento intensivo para assegurar a qualidade da aplicação do método autoinstrutivo de matemática, português, inglês e japonês”, diz Julia. Para ela, manter o foco na qualidade do ensino do Método é um dos fatores primordiais para o negócio dar certo.

Expansão

O setor de educação e treinamento, no qual o Kumon está inserido, cresceu 10,3% em 2012 e se mostra mais maduro. Para 2013, a rede está focada no aprimoramento e qualidade de ensino, já que no ano passado conseguiu um aumento de 12,2% de alunos em suas unidades. “Isso mostra o bom momento vivenciado pela cultura de franquias no Brasil e a conquista e empenho dos nossos franqueados na elevação dos resultados de faturamento da rede”, finaliza Julia.

Saiba mais:

O Kumon é a maior rede de franquias de educação do país, segundo dados da Associação Brasileira de Franchising (ABF). A rede conta hoje com 1.565 unidades em todo o Brasil e mais de 150 mil alunos. O método, criado no Japão em 1958 pelo professor Toru Kumon, possui em todo o mundo mais de 4 milhões de estudantes, divididos em suas quase 25 mil unidades. Por meio de um material didático autoinstrutivo, que vem sendo aprimorado há mais de 50 anos, e uma orientação individualizada, o Kumon desenvolve altas habilidades de cálculo, leitura e interpretação, essenciais para toda a vida. www.kumon.com.br

Investimento inicial, faturamento e royalties:

Investimento inicial: a partir de R$ 15.000;

Taxa de franquia: de R$ 1.740 a R$ 2.820, conforme a região de abertura;

Capital de giro: em torno de R$ 5.000;

Área para o ponto: a partir de 40m²;

Número de funcionários por unidade: um para cada grupo de 40 alunos, aproximadamente;

Faturamento bruto mensal (estimado): R$ 14.100 (exemplo de unidade com 100 alunos, localizada na região metropolitana das grandes cidades);

Royalties sobre o faturamento por mensalidade: 40% (ou 45% até o alcance de requisitos pré-determinados) – Inclusos taxa de materiais de divulgação e material didático;

Material didático: não é cobrado;

Taxa de publicidade: não é cobrada;

Lucratividade média sobre o faturamento: de 20% a 30%;

Prazo de retorno do investimento: de 18 a 24 meses;

Prazo de contrato de franquia: 2 anos, com renovação automática.

Portal Alimentação Fora do Lar

 

 

Deixe uma resposta